Terça, 27 Junho 2017

A Polícia Civil de Carmo do Cajuru conseguiu prender um homem acusado de matar a companheira estrangulada com arame farpado, no ano passado, naquela cidade. O corpo de Conceição Aparecida de Assis, que era de Juatuba, foi encontrado em dezembro, perto de um vagão desativado da VLI. Ela e Alessandro de Souza eram andarilhos e estavam juntos há cerca de quatro meses, quando ele decidiu dar fim à vida dela por causa de desentendimentos. Após aproximadamente seis meses de investigações, a equipe do delegado Weslley Castro encontrou o elemento, na Praça do Santuário, em Divinópolis. 

De acordo com as apurações, Alessandro embebedou e drogou Conceição, levando a amásia já inconsciente para o local do crime, onde a asfixiou. O cadáver estava em avançado estado de decomposição quando localizado. Mas, a mochila e a roupa da vítima foram reconhecidas pela filha, que, identificada com a ajuda da Polícia Civil de Juatuba, contou que há muito tempo ela não dava notícias e forneceu aos investigadores uma foto do suspeito. 

Informações de andarilhos também contribuíram para que os policiais encontrassem Alessandro, que, nos últimos meses, antes de retornar a Divinópolis, passou por municípios como Patrocínio e Mateus Leme. Em depoimento, ele confessou o assassinato e admitiu ter matado outra mulher no estado de São Paulo. O criminoso foi levado para o presídio Floramar e irá responder por homicídio qualificado, tipificado como feminicídio, pela impossibilidade de defesa e pelo meio cruel.

Policiais recuperam bicicleta roubada

Segunda, 26 Junho 2017 14:27

No sábado, 17, ao receberem informações sobre o roubo de uma bicicleta na estrada entre o distrito de Serra Azul e a cidade de Itaúna, por volta de meio-dia, policiais militares de Mateus Leme iniciaram o rastreamento para localizar os ladrões, dois homens armados e que estavam de motocicleta, conforme relatos da vítima. A equipe fez contato com a corporação no município vizinho e conseguiu localizar os elementos. O bem foi recuperado, sendo devolvido ao dono, e a arma apreendida.

Trio é preso por porte ilegal de armas

Segunda, 26 Junho 2017 14:26

Três indivíduos foram surpreendidos por uma equipe da Polícia Militar de Juatuba no Coqueiro Verde, com duas espingardas e várias munições. Os elementos trafegavam pelo bairro num VW Gol quando abordados pela guarnição, que fazia o patrulhamento e desconfiou das atitudes do trio. Os homens ainda argumentaram que pretendiam praticar “caça esportiva”, mas como não apresentaram nenhuma licença dos órgãos de proteção à natureza, eles receberam voz de prisão. O veículo, cuja documentação estava irregular, foi rebocado.

PM captura dois foragidos da Justiça

Segunda, 26 Junho 2017 14:26

A Polícia Militar de Mateus Leme cumpriu dois mandados de prisão na última semana. O primeiro deles foi executado após a corporação ser informada de que o alvo estava escondido em uma casa na Alameda dos Gerânios. De imediato, uma equipe se deslocou até o endereço, sendo recebida pelo pai do procurado, que tentou fugir pelos fundos, sem sucesso. O nome do elemento não foi divulgado. 

Na noite quarta-feira, 14, durante patrulhamento pelo distrito de Serra Azul, já no perímetro de Juatuba, a PM recebeu denúncia sobre o paradeiro de Thiago Nunes de Souza, que também estava foragido da Justiça. Os militares fizeram rastreamento e montaram um cerco, recapturando o rapaz.

Dois corpos foram encontrados na linha férrea, no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Mateus Leme. A ocorrência foi registrada durante o feriado de Corpus Christi, após a Polícia Militar ser acionada por moradores das imediações, que se depararam com os cadáveres de dois homens sob os trilhos. 

A PM isolou o local para o trabalho dos peritos. Uma das vítimas foi identificada imediatamente: Lucas Henrique Reis, que estava com os documentos no bolso. Ele apresentava diversas perfurações pelo corpo provocadas por arma de fogo, além de outros ferimentos e teve a perna amputada na altura do tornozelo. A identidade do outro continuava desconhecida até o fechamento desta edição e também não havia pistas sobre os autores do crime.

Dois homens foram presos em Mateus Leme, após denúncias anônimas que indicavam que ambos estavam armados nos arredores de uma boate da cidade. As informações repassadas à Polícia Militar apontaram ainda que eles são membros de quadrilha com atuação em Belo Horizonte, Santa Luzia, Contagem, Betim, e Juatuba, além de terem praticado crimes na cidade. Os indivíduos foram localizados em rastreamento, com uma réplica de revólver e cinco celulares. Um deles tinha um mandado de prisão em aberto e o veículo no qual circulavam havia sido clonado.

A coordenadora da Epidemiologia de Mateus Leme, Ana Carolina Diniz, participou pela primeira vez do encontro de referências técnicas sobre tuberculose, promovido pela Regional de Saúde de Belo Horizonte. O seminário teve como objetivo reforçar os conhecimentos dos profissionais da área quanto às medidas de prevenção e o tratamento da doença, abordando ainda os dados levantados sobre a enfermidade no estado, a importância do monitoramento e os fluxos de trabalho. 

Em Mateus Leme foram diagnosticados recentemente cinco casos de tuberculose, sendo que os pacientes, três da região central, um do Planalto e um de Azurita, já estão em tratamento. A enfermidade é causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, transmitida por meio da tosse, e pode ser prevenida com a vacina BCG, aplicada nos recém-nascidos. E para aqueles que não se imunizaram, há cura se o diagnóstico for feito precocemente. 

O principal sintoma é a tosse por mais de três semanas, mas, outros sinais são suor noturno, perda de peso, falta de apetite, cansaço e dor no peito. Em caso de suspeita, a Secretaria de Saúde realiza o teste rápido molecular e exame radiológico. Se confirmada a infecção, o doente recebe diariamente, por um período de seis meses, medicamentos oferecidos pela Farmácia de Todos.

Na estrada para Boa Vista, onde ficava a antiga fazenda do Ministério da Agricultura, funciona hoje o Centro de Recuperação e Assistência Social - Crasi. A entidade atua na ressocialização, tanto de pessoas em situação de vulnerabilidade social, quanto dependentes químicos. A instituição acolhe hoje 31 jovens, sendo a capacidade máxima de 50, e oferece atendimento psicológico, além de oficinas na serralheria e horta. Dos assistidos, 11 não contam com nenhuma ajuda familiar.

O município enfrenta hoje um grande desafio em relação ao tráfico e consumo de drogas, principalmente  entre adolescentes. E o trabalho do Crasi tem reforçado as ações do poder público, inclusive, com  participação intensa dos membros na conscientização da comunidade sobre os males causados pelos entorpecentes. Nos últimos meses foram várias reuniões realizadas em parceria pela Câmara e Prefeitura no sentido de alertar a respeito dos prejuízos dos tóxicos e envolver a sociedade na busca de medidas contra o problema.  

O coordenador da entidade, Thiago Bastos Abbas Mazzachi, contou que os internos ficam na casa por aproximadamente nove meses. Os seis primeiros são voltados para a adaptação e os três últimos para a reinserção social. “Ajudamos para que consigam organizar documentos, preparamos para entrevistas de emprego, orientamos para que possam voltar a viver em sociedade. Enfim, o foco é contribuir para que deixem o vício e voltem a ter uma vida normal. Os resultados têm sido muito satisfatórios”, comentou. 

O Crasi sobrevive praticamente da solidariedade da população, visto que é uma organização sem fins lucrativos. A instituição recebe mantimentos, materiais de higiene pessoal e outros produtos básicos para a manutenção das atividades do cotidiano. Doações em dinheiro podem ser feitas por meio de depósito no Banco do Brasil,  agência 2288-8, conta corrente: 5228/0. Para conhecer mais o trabalho, basta agendar uma visita pelo telefone 3138-0232 ou 997427841 (WhatsApp).

O programa Educação de Jovens e Adultos – EJA – é uma oportunidade de conclusão dos estudos oferecida às pessoas maiores de 15 anos. Em Mateus Leme, as inscrições para o curso começam na próxima semana, na Escola Judith de Abreu Oliveira, na rua Rubi, 328, na Estância Champagnat, das 17h15 às 19 horas. De acordo com o cronograma, na segunda-feira, 26, serão matriculados os candidatos aos anos iniciais (até o sexto); na terça-feira, 27, os alunos da sétima série; na quarta-feira, 28, da oitava; enquanto os cadastros dos que vão para a nona ficaram quinta-feira, 29.  

Para se inscrever, os interessados deverão apresentar Certidão de Nascimento ou original da Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência, histórico escolar ou declaração de escolaridade emitida pela instituição de ensino nos últimos 30 dias. No caso dos menores de 18 anos, é exigida a presença dos pais ou responsáveis legais. As aulas terão início em 05 de julho.

A Prefeitura de Mateus Leme recebeu, esta semana, três estudantes de Administração Pública da Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho, mantida pela Fundação João Pinheiro. Os alunos farão intercâmbio supervisionado nos departamentos administrativos durante aproximadamente 30 dias. A consultoria faz parte da parceria firmada entre a administração municipal e a instituição por meio do programa de imersão da FJP. 

“Trata-se de um importante instrumento para a modernização da gestão, uma vez que contribuirá para que possamos delimitar as áreas nas quais precisamos de mais organização e planejamento”, afirma o prefeito Júlio Fares. O chefe do Executivo salienta que a partir do relatório com o diagnóstico do Município será possível promover mais eficiência nos serviços ofertados à população.  Participam do trabalho, com término previsto para o dia 14 de julho, Alexandre Lisboa Murrer, Erick Michalfky Cardoso, Vitória Fantini Magalhães.

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE